«

»

set 12

Bombeiros recebem 11 novas viaturas importadas

Projeto dos veículos foi desenhado pela corporação; investimento atingiu R$ 16,5 milhões

260f6babc0c9669dcc3dd5f8b79b2b7b_XS

Foto: Pedro Ventura

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal recebeu, nesta quinta-feira (11), 11 novas viaturas de autossalvamento e extinção de incêndio. Os veículos foram projetados pelos engenheiros da corporação e produzidos na Espanha. O investimento foi de R$ 16,5 milhões.

As unidades comportam seis militares, 3 mil litros de água e uma torre de iluminação de 5 mil watts. Até o fim do ano, os bombeiros receberão mais quatro carros iguais e mais 10 viaturas de socorro imediato (ambulâncias).

“Esse investimento garante a proteção do meio ambiente, do Cerrado, e auxilia na diminuição da área queimada, do tempo de resposta, melhorando a qualidade do atendimento”, afirmou o comandante-geral dos Bombeiros, Hamilton Esteves Jr.

O comandante explicou que o veículo foi projetado ergonomicamente e levou em consideração o contexto brasileiro. As unidades foram produzidas pela empresa espanhola Iturri.

PROMOÇÃO – Na ocasião de entrega dos equipamentos, a corporação parabenizou os 302 militares promovidos no dia 21 de agosto, que se somam aos 721 praças que subiram de patente em julho.

QUARTÉIS – A corporação também foi contemplada com a reforma de quartéis e a construção de uma unidade em Águas Claras. A nova estrutura, a ser instalada numa área de 1,3 mil metros quadrados, recebeu investimentos de R$ 5,7 milhões e contará com alojamentos masculino e feminino, separados de acordo com a hierarquia, garagem para viaturas, seção administrativa, sala de reuniões, academia e copa.

Além desses quartéis maiores, nove de modelo menor já foram concluídos, e quatro estão em obras no Lago Norte, Paranoá, Taguatinga Sul e Brazlândia. A previsão de entrega é ainda neste ano. Santa Maria, Riacho Fundo I, Recanto das Emas, Ceilândia e Samambaia, por exemplo, já receberam a nova estrutura, que permite atendimento de combate a incêndio, salvamento e serviços pré-hospitalares.

(B.F./C.C.*)

Fonte: Agência Brasília

Página inicial