Arquivo por categoria: NOTÍCIAS

jan 26

Quando começam as inscrições do Prouni 2015?

Mais um Exame Nacional do Ensino Médio terminou e só resta agora a ansiedade pela espera pelos resultados, pois a partir de então o candidato saberá se terá condições de concorrer às vagas do Prouni 2015. Esse tempo de espera é bastante angustiante, é esperar para saber se a nota será suficiente para estar entre os primeiros

O Programa Universidade para Todos foi criado no de 2004 pelo Governo Federal e desse ano em diante muitas pessoas já conseguiram estudar em faculdades privadas sem nenhum custo. Há também aqueles que pagam apenas a metade do valor da mensalidade. O Prouni foi criado com o objetivo de democratizar o ensino superior no país e tem conseguido, a cada ano que passa cresce o número de pessoas de baixa renda que concluiu o ensino superior, isso está fazendo com que o nosso país mude sua realidade. É claro que há ainda muitas coisas a serem feitas, mas o Prouni tem contribuído para esse processo.
prouni-2015-inscrições-300x288
prouni 2015 inscrições

Período de inscrição do Prouni 2015
As datas ainda não foram divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC), mas tomando as outras edições passadas com referência podemos predizer as datas em que serão abertas as inscrições para o Prouni 2015.

a) Provavelmente as inscrições para o Prouni 2015 iniciará na primeira quinzena de janeiro de 2015.

b) Na segunda quinzena acontecerá a primeira chamada para o Prouni 2015 que consiste na divulgação dos resultados e na apresentação dos que conseguiram a bolsa nas respectivas faculdades

c) No início de fevereiro deverá ocorrer a segunda chamada

d) Na segunda quinzena de fevereiro terá a lista de espera

Você que fez o Enem 2014 deverá ficar atento às datas, pois não há prorrogação delas e sempre há muitas pessoas que deixam de cursar uma faculdade por ter perdido os prazos. Quem acha que terá um bom resultado na prova do Enem 2014 e pretende participar do Prouni 2015 deve ficar atento aos requisitos para a seleção e já ir preparando os documentos necessários. Depois das inscrições do Prouni 2015, os selecionados devem comparecer a faculdade pela qual optou e apresentar os documentos exigidos. Vale lembrar a questão da renda familiar, caso você não encaixe nos parâmetros do programa é melhor nem criar esperanças, pois não há exceção às regras já estabelecidas. Também não deve tentar fraudar mostrando documentações falsas para provar que recebe menos do que a realidade. O programa foi criado para aqueles que não têm condições de custear o ensino superior e devemos deixar esse espaço para eles.

Inscrições do Prouni 2015
As inscrições do Prouni 2015 só serão feitas pela internet pelo endereço eletrônico http://siteprouni.mec.gov.br nas datas que serão divulgadas em breve. A inscrição será feita com o número de inscrição do Enem 2014 e com a mesma senha utilizada.

No ato da inscrição o candidato tem mais de uma opção de curso, mas começa pela primeira, então deve pensar bem qual será a primeira a ser escolhida. Várias faculdades pelo Brasil já tem a prática de abrir vagas, veja quais foram as que disponibilizaram para o Prouni 2014 e comece já a pensar em qual deseja inscrever-se.

Compartilhe essas informações com os amigos para que eles também fiquem por dentro do Prouni 2015.

Boa sorte!

Fonte: Site do Enem

Página inicial

jan 22

LUCRO DAS CONSTRUTORAS DO CENTRO ADMINISTRATIVO DO GDF IRÁ MUITO ALÉM DO ALUGUEL DE 15 MILHÕES

1111

Divulgação

Na minha visão o GDF está pagando dois empréstimos. Primeiro o consórcio pega R$ 600.000.000,00 emprestados com um grande banco, a exemplo o BNDES. Segundo, para compensar esse empréstimo, o consórcio cobra, além da taxa de juro cobrada pelo empréstimo, mais um percentual para cobrir esses custos.

Na minha opinião o GDF pegaria esse valor direto com o banco, ter pago o valor da obra direto à empresa e pagar uma taxa que, provavelmente, seria de 8 a 10% ao ano. Se o GDF fizesse o empréstimo de R$ 600.000,000,00 para bancar a obra, com juros de 10% ao ano ou 0,83% a.m, o valor da parcela para financiar o CENTRO ADMINISTRATIVO DE BRASÍLIA seria de R$ 5.780.000,00. Se fosse de 15% ao ano ou 1.25% ao mês, a parcela mensal seria de R$ 7.900.000,00, em 242 meses.
Parece-me, salvo engano, que tem R$ 6.000.000,00 “voando”, ao fim do contrato são R$ 1.452.000.000,00 bilhão a mais que poderia ser investido em outras áreas.
PARA ENTENDER: Durante 22 anos,as construtoras vão receber, R$ 17.000.000,00 ao mês ou R$ 4.114.000,000,00 bilhões ao fim do contrato. Os juros estão em 2.8% a.m. 32.4% ao ano. Qual empréstimo cobra isso? 686% de retorno + GPM.

Por: Fernando Vasconcelos, jornalista, publicou sua opinião em seu perfil no Facebook.

Fonte: Carta Polis

Página inicial

jan 22

Brasil perdeu 37% da água tratada para consumo em 2013

Em 2013, pelo menos 37% da água tratada  não chegaram às torneiras do consumidorTânia Rêgo/Agência Brasil

Em 2013, pelo menos 37% da água tratada não chegaram às torneiras do consumidorTânia Rêgo/Agência Brasil

O desperdício entre o tratamento e a distribuição de toda a água consumida no país, em 2013, ficou em 37%. Os dados constam de um relatório do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis), ligado ao Ministério das Cidades. O percentual ficou estável em relação ao verificado em 2012, quando o levantamento mostrou que, de toda a água tratada no período, 36,9% não chegavam às torneiras dos consumidores.

Os números, que são os mais recentes, indicam que o desperdício permanece acima do percentual indicado pelo Snis, que é abaixo de 20%. Entre as principais causas apontadas para o desperdício estão os vazamentos em adutoras, nas redes, nos ramais, em conexões e nos reservatórios das prestadoras de serviço responsáveis pelo abastecimento.

As regiões Norte e Nordeste apresentam a maior taxa de desperdício, com 50,8% e 45%, respectivamente, seguidas do Sul (35,1%), do Centro-Oeste (33,4%) e do Sudeste (33,4%).

O relatório aponta a necessidade de melhoria na gestão e modernização dos sistemas por parte das empresas responsáveis pelo abastecimento de água para garantir a sustentabilidade do serviço. “Em tempos de escassez hídrica, a gestão de perdas de água tem papel fundamental nas ações estruturantes nos prestadores de serviços.”

Entre as unidades federativas com menor índice de perdas estão o Distrito Federal e Goiás, com 27,3% e 28,8% de desperdício, respectivamente.

divulgacao_cesan

Consumidores de 13 estados não receberam o mínimo de 40% da água tratada Divulgação/Cesan

Situados na faixa entre 30% e 40%, estão 12 estados: no Norte, o Tocantins; no Nordeste, a Paraíba, o Ceará e o Maranhão; no Sudeste, o Espírito Santo, Minas Gerais, o Rio de Janeiro e São Paulo; no Sul, o Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul e, no Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul.

Na última faixa, maior que 40%, restaram 13 estados: no Norte, o Acre, o Amazonas, o Amapá, o Pará, Rondônia e Roraima; no Nordeste, Alagoas, a Bahia, Pernambuco, o Piauí, o Rio Grande do Norte e Sergipe; no Centro-Oeste, Mato Grosso. O Amapá tem o pior índice de desperdício, 76,4%, seguido por Roraima, com 59,7%.

Por:Luciano Nascimento – Edição: Marcos Chagas

Fonte: Agência Brasil

Página inicial

jan 21

Atos ecumênicos pela Paz celebram o Dia Mundial da Religião

Ato Ecumênico no Templo da Boa Vontade_Foto_José Gonçalo

Ato Ecumênico no Templo da Boa Vontade, Foto: José Gonçalo

A Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo realizará nesta quarta-feira (21/1), atos ecumênicos pela Paz, nas cidades de Brasília/DF, Maringá/PR, Recife/PE e Salvador/BA. O objetivo da iniciativa é celebrar o Dia Mundial da Religião e de Combate à Intolerância Religiosa, promovendo a vivência do Ecumenismo, entendido como “a união de todos pelo bem de todos”, conforme define o presidente-pregador da Religião Divina, José de Paiva Netto.

Dessa forma, o encontro reunirá, para um diálogo fraterno, representantes de diversas áreas do conhecimento, além de tradições religiosas e espirituais. Cada representação apresentará suas contribuições na busca de soluções para os desafios humanos e sociais, enfatizando o papel da Religião e dos demais segmentos da sociedade nessa construção solidária.

No momento principal da programação, será formada uma Corrente Ecumênica de Preces em prol da Paz, verdadeira convocação para o fim da intolerância e para a consolidação de uma cultura de Solidariedade Universal.

Atuação

A Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, a religião ecumênica do Brasil e do mundo, tem sua doutrina fundamentada no Novo Mandamento de Jesus — “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos” (Evangelho, segundo João, 13:34 e 35) —, a Lei de Fraternidade Universal e do Amor Solidário Divino.

Por meio de sua mensagem de Paz e de Caridade Completa, a Religião do Novo Mandamento de Jesus prega o Ecumenismo Irrestrito, na busca da vivência da Paz, da Fraternidade e do respeito para a construção de uma sociedade solidária altruística e ecumênica.

Serviço

Evento: Ato Ecumênico pela Paz
Data: 21 de janeiro, quarta-feira

Entrada: gratuita

Brasília/DF

Local: Templo da Boa Vontade (TBV)

Horário: 19 horas

Endereço: SGAS 915, Lotes 75 e 76

Informações: (61) 3114-1070

Maringá/PR

Local: Igreja Ecumênica da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo

Horário: 19 horas

Endereço: Praça Monsenhor Bernardo Cnudde, 400, Zona Sete

Informações: (44) 3269-8362

 

Recife/PE

Local: Igreja Ecumênica da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo

Horário: 17 horas

Endereço: Rua dos Coelhos, 219, Boa Vista

Informações: (81) 3413-8621

Salvador/BA

Local: Igreja Ecumênica da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo

Horário: 19 horas

Endereço: Rua Odilon Dórea, 676, Bonocô
Informações: (71) 3380-0017

 

Para outras informações, acesse: www.religiaodedeus.org.

jan 21

Novos administradores regionais são apresentados

Governador também expôs proposta de mudanças nas regiões administrativas

Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Os nomes dos administradores regionais do Distrito Federal foram anunciados pelo governador Rodrigo Rollemberg, na tarde desta terça-feira. Alguns acumulam mais de uma região, e outros ainda são interinos. Durante a solenidade, o chefe do Executivo também apresentou mudanças que deverão ser feitas nas administrações regionais, dando continuidade às medidas de contenção de gastos. As alterações precisam ser encaminhadas à Câmara Legislativa do DF em forma de projeto de lei, o que deve ser feito quando a casa retomar as atividades. Caso seja aprovado, as administrações passam de 31 para 25, conforme prometido pelo governador durante campanha eleitoral.

Durante a solenidade no Palácio do Buriti, o governador anunciou a proposta de 25 administrações regionais e 24 nomes. Isso porque Eduardo Rodrigues assume duas regiões: Itapoã e Paranoá. Já Vilson de Oliveira foi apresentado como futuro administrador de Ceilândia Norte, nova região a ser criada pelo projeto de lei enviado à CLDF, com as devidas especificações e limitações territoriais. Por enquanto, Renato Santana assume interinamente toda a cidade.

Pelo projeto, as regiões administrativas Núcleo Bandeirante, Candangolândia e Park Way passam a responder em uma única administração, que começa a atender por Núcleo Pioneiro. Já Cruzeiro, Sudoeste e Octogonal serão outra administração. O Lago Sul passa a englobar o Jardim Botânico, enquanto o Lago Norte se junta ao Varjão. A Fercal passa a pertencer à administração de Sobradinho II, e a SCIA à da Estrutural.

Tanto para as mudanças como para a escolha dos nomes, o governador afirmou ter ouvido a população para as definições. “Nós fizemos um processo de ouvir as comunidades, as lideranças das cidades, para buscar efetivamente o apoio delas. O resultado final é positivo”, avalia. Ainda nesta semana, a equipe de administradores se reúne com o governador para afinar as prioridades e estratégias do governo. Um dos pedidos de Rollemberg é que eles estejam em maior sintonia com os diretores regionais de ensino e saúde.

Extinção de cargos
O governador aproveitou ainda para anunciar outra alteração, desta vez nas folhas de pagamentos das administrações e com influência direta para os quadros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O governo extinguiu 3.137 cargos comissionados, enquanto criou outros 1.827, o que representa redução de 1.310 cargos. A medida possibilita economia de R$ 1,5 milhão por mês. Essas alterações serão publicadas em um decreto na edição de amanhã (21) do Diário Oficial do Distrito Federal.

Para os órgãos da segurança pública, na prática, servidores que exerciam funções administrativas retomam posição nas ruas. A Polícia Militar ganha 400 homens para retorno às rondas e trabalhos externos, enquanto o Corpo de Bombeiros passa a contar com mais 50 agentes. As gratificações liberadas nas administrações regionais permitirão contratar civis para as funções na Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade) e trabalhos burocráticos.

Conselhos Comunitários
Rodrigo Rollemberg ainda garantiu a regulamentação dos Conselhos de Representantes Comunitários, em cumprimento à Lei Orgânica do DF. “Eles terão papel importante para definir melhor o modelo de eleição direta para as administrações regionais”, disse. Os pleitos com participação direta das comunidades devem acontecer, de acordo com o chefe do Executivo, tão logo estejam prontos o arcabouço jurídico e legal.

Veja quem assume as regiões administrativas:
– Administrador interino do SCIA/ Estrutural: Evanildo da Silva Macedo Santos
– Administradora interina de Vicente Pires: Maria Celeste Rego Liporoni
– Administradora interina de Planaltina: Dinalva Cantallopes Sastre Ferreira
– Administrador do Riacho Fundo I: Irany Domingos Gomes
– Administrador do Recanto das Emas: Fábio Viana Ávila
– Administrador do Lago Norte e interino do Varjão: Marcos Woortman
– Administradora do Gama: Maria Antônia Rodrigues Magalhães
– Administrador de Santa Maria: Neri do Brasil
– Administrador de São Sebastião: Jean Duarte de Carvalho
– Administrador de Brazlândia: André Luis Queiroz Rosa
– Administrador de Samambaia: Claudeci Xavier de Miranda
– Administrador de Taguatinga: Ricardo Lustosa Jacobina
– Administrador de Sobradinho I: Divino de Oliveira Sales
– Administrador de Sobradinho II e interino da Fercal: Estevão Souza dos Reis
– Administrador do Riacho Fundo II: Francisco Vicemar Medeiros
– Administrador da Candangolândia e interino do Park Way: Roosvelt Vilela Pires
– Administradora de Águas Claras: Patrícia Veiga Fleury de Matos
– Administrador interino do Guará e do SIA: Edberto Silva
– Administrador interino do Paranoá e Itapoã: Eduardo Rodrigues
– Administrador interino de Brasília: Igor Tokarski
– Administrador do Sudoeste/Octogonal e interino do Cruzeiro: Paulo Feitosa
– Administrador do Lago Sul e interino do Jardim Botânico: Aldemir Chaves Paraguassu
– Administrador interino de Ceilândia: Renato Santana
– Administrador de Ceilândia Norte: Vilson José de Oliveira

Fonte: Agência Brasília

Página inicial

jan 21

Aneel ainda vai calcular impacto do aumento do diesel na CDE

Imagem internet

Imagem internet

O anúncio feito no último dia (19) pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, sobre o aumento do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre os combustíveis e o retorno da Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico (Cide) pode ter impacto nas despesas da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Com os impostos, o valor do diesel, combustível usado pelas termelétricas, teria um aumento de R$ 0,15 por litro.

“Ontem, o Ministério da Fazenda anunciou [aumento do] PIS, Cofins e Cide sobre diesel. Parte do consumo dos sistemas isolados é diesel e ele subiria de custo. Eu preciso agora fazer as contas para saber qual foi o impacto” disse o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Tiago Correia, em entrevista aos jornalistas. Correa destacou que é preciso investigar se há algum tipo de isenção para o combustível quando este é usado pelas térmicas.

Ele ressaltou que o valor da CDE que deve ser pago pelas distribuidoras este ano será maior que o de 2014, já que, além da possibilidade de impacto do diesel, o governo anunciou que o Tesouro Nacional não fará repasses à conta. “Tivemos uma cota de R$1,7 bilhão em 2014 e, mesmo que haja alguma variação agora, ela vai ser mais que R$ 20 bilhões. Os números estão apontando para R$ 23 bilhões.”

Para que as empresas do setor possam cobrir os gastos, a Aneel deve definir uma revisão extraordinária nos próximos dias. O acréscimo de custos, possivelmente, será repassado aos consumidores. “Como esse aumento vai ser relativamente expressivo, é provável que haja uma revisão extraordinária para repassar isso para as tarifas, o que isso teria impacto para o consumidor”, explicou Correa.

A CDE é um dos componentes dos reajustes de luz. A conta é custeada pelos consumidores atendidos pelo Sistema Interligado Nacional. Os recursos são usados para promover fontes alternativas, como eólicas, pequenas centrais hidrelétricas, biomassa e carvão mineral nacional, além da universalização da energia elétrica no país. Desde 2012, a CDE também é usada para compensar a redução das tarifas de energia promovida pelo governo federal.

Por: Michelle Cannes – Repórter da Agência Brasil Edição: Jorge Wamburg

Fonte: Agência Brasil

Página inicial

jan 21

Governo anuncia medidas para reforçar geração de energia

Imagen internet

Imagen internet

Depois dos desligamentos de energia ocorridos ontem (19), em 11 estados e no Distrito Federal, o governo vai tomar medidas para reforçar a geração de energia no país. Segundo o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, serão adicionados 1,5 mil megawatts (MW) ao sistema elétrico da Região Sudeste.

Entre as medidas está a antecipação da entrada em operação de usinas termelétricas da Petrobras, que estão em manutenção preventiva. Até o dia 18 de fevereiro, serão adicionados 867 MW ao sistema. Também será feita a transferência adicional de 300 MW da Usina de Itaipu, o repasse de mais 400 MW de energia para as regiões Sudeste e Centro-Oeste e a ressincronização da Usina Nuclear Angra 1, com despacho parcial entre 100 MW e 200 MW. “Estamos fortalecendo o sistema para que intercorrências como a de ontem tenham ainda um nível maior de segurança”, disse.

O ministro explicou que o problema registrado ontem começou quando houve variação de geração de um gigawatt na linha de transmissão que liga o Nordeste ao Sul do país. Depois disso, várias usinas foram desativadas, sendo que a primeira foi a Usina Governador Ney Braga, no Paraná, administrada pela Copel, com 1,2 mil MW de potência, que foi desligada por atuação indevida da proteção de potência reversa. No entanto, ainda não é possível identificar se esse desligamento foi ocasionado por falha técnica ou humana.

Eduardo Braga ressaltou que se não tivessem sido registrados atrasos em grandes projetos de hidrelétricas como Belo Monte, no Pará, Jirau e Santo Antônio, em Rondônia, a situação atual seria diferente. “Se Belo Monte já estivesse funcionando, se não tivessem tocado fogo no canteiro de Jirau, se não tivesse acontecido nada em Santo Antônio, se todas as obras estivessem funcionando dentro do cronograma, nada disso estaria acontecendo.”

Ele também ressaltou que o país enfrenta um momento de alto rigor no ritmo hidrológico e lembrou que nos dois últimos anos os reservatórios das hidrelétricas trabalharam em regimes extremos. “Em 2015, eles entraram [em funcionamento] com menos água ainda, e as chuvas em janeiro foram extremamente raras, principalmente onde deveriam ocorrer. Mas Deus é brasileiro, temos que contar que ele vai trazer um pouco de chuva para que possamos ter mais tranquilidade ainda”, avaliou o ministro.

O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse que a falta de energia que ocasionou a paralisação do metrô, em São Paulo, não foi ocasionada pela ocorrência que resultou no desligamento da energia em vários estados. “Foi um problema local, que não tem nada a ver com essa ocorrência”. Segundo ele, quem define as cargas que devem ser desligadas quando há algum problema são as distribuidoras.

Por: Sabrina Craide – Repórter da Agência Brasil Edição: Stênio Ribeiro

Fonte: Agência Brasil

Página inicial

dez 05

Administração inicia limpeza geral na cidade

12 (1)

 

 

Texto: Samuel Barbosa
Fotos: Iderlon Calasancio

Com a proximidade dos festejos de final de ano, a Administração de Brazlândia iniciou, nesta quarta-feira (3), osserviços de retirada de entulhos, galhos, roçagem e limpeza de ruas, áreas públicas, canteiros centrais das avenidas e praças e, principalmente, em locais de grande circulação. Os trabalhos são divididos em duas equipes, com mais de seis caminhões tipo caçamba, duas pás carregadeiras e duas retroescavadeira e tratores tipo roçadeira, além de roçadeiras costais estão intensificando os trabalhos. Uma equipe começou13 pela quadra 33 e outra pelo Setor Tradicional. A orla do Lago Veredinha, o principal cartão postal da cidade, também está recebendo o trabalho de limpeza e roçagem.

De acordo com o administrador de Brazlândia, Vadson Ramos, a operação será realizada principalmente nas vias mais movimentadas e em estado mais crítico. “Queremos que Brazlândia seja exemplo de limpeza e organização e esta gestão está compromissada em trabalhar para que isso se realize. Todas as ruas e avenidas de Brazlândia serão beneficiadas com o serviço. Estamos empenhados em realizar este trabalho para que a comunidade possa transitar com segurança e comodidade”, frisou o administrador Vadson Ramos.

Para a moradora da quadra 33, Joana Moreira do Carmo, 51, o trabalho de retirada de lixo da rua veio na hora certa. “Estava preocupada com o lixo acumulado aqui na rua porque, além dos insetos que invadem nossas casas, tem risco de doenças e principalmente o mosquito da dengue”, desabafou a moradora.

Os serviços estão sendo acompanhados de perto pelo administrador. A expectativa da Administração é que, até o fim deste ano, toda a cidade esteja limpa para as festas de final de ano.

O resultado deste trabalho intensivo será a melhoria na qualidade de vida de quem mora em Brazlândia, o que é um compromisso do governo. Uma cidade limpa e organizada é mais agradável para se viver. Esse é o desejo de toda a população e o objetivo do Governo do Distrito Federal e da Administração de Brazlândia, que não tem medido 12esforços para que isso aconteça.

///////////////////////////////////////////////
Assessoria de Comunicação
Administração de Brazlândia – RA IV
Fones: (61) 3479.8030/ 3479.8047/ 9122.5308
Área Especial 04, Lote 01 – Brazlândia-DF
www.brazlandia.df.gov.br

dez 03

Congresso encerra votação de vetos presidenciais e inicia apuração nominal

939213-pln 360002O Congresso Nacional encerrou, há pouco, a votação dos vetos da presidenta Dilma Rousseff a dois projetos de lei aprovados pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. A oposição insistiu na obstrução, na tentativa de impedir a apreciação do projeto de lei que modifica a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), em vigor para alterar a meta do superávit primário. As votações de hoje (3) ocorrem sem a presença de público nas galerias da Casa.
Deputados e senadores também aprovaram requerimento de encerramento de discussão e da votação dos vetos presidenciais. Encerrada essa etapa, foi iniciada a apuração dos votos, sob responsabilidade de uma comissão de deputados e senadores.
A apuração é manual, com abertura da cédula de papel e o anúncio nominal do voto dos deputados e senadores. Neste momento, a contagem é feita na Câmara. O pedido para esse tipo de apuração é da oposição e foi aceito pela Mesa Diretora do Congresso.
Após a apuração, começa a discussão do projeto de lei que trata do pagamento de aposentadoria e pensões a ex-funcionários da Varig. O projeto foi apresentado para resolver problemas decorrentes da falta de recursos do fundo de pensão Aerus. O projeto autoriza a União a indenizar os participantes do Instituto Aerus de Seguridade Social e do Fundo de Previdência Complementar (Aerus).
Só depois da apreciação do projeto é que será iniciada a votação do projeto de lei que altera a meta fiscal para 2014, que vem causando polêmica e divergências entre aliados do governo e oposição.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Página inicial

dez 03

MINISTÉRIOS POLÍTICOS EM LEILÃO: 6 PASTAS COM MAIS VERBA TÊM DONO, MAS 17 ESTÃO EM ABERTO

Armando-monteiro-size-598Escolhidos os ministros Joaquim Levy, Nelson Barbosa, Alexandre Tombini (técnicos) e mais Armando Monteiro Neto
(PTB ) e Katia Abreu (PMDB) restam para as pastas essencialmente de rateio político-partidário com a base, 17 pastas.
Excluímos dessa relação as pastas do Palácio do Planalto que são da assessoria direta da presidente Dilma. Casa Civil e Articulação Política e Secretaria-Geral da Presidência, embora distribuídas a políticos e a partidos, no caso, o PT.
Dos ministérios que faltam escolher na esfera politico-partidária leva-se em consideração que Comunicações, Desenvolvimento Agrário, Desenvolvimento Social e Meio Ambiente (todos do PT), Transportes (PR) e Trabalho (PDT) já estão com seus donos demarcados.
Numa segunda lista,em leilão, sete ministérios por hierarquia de montante de orçamentos: Educação, Saúde, Integração, Cidades, Comunicações e Minas e Energia e Secretaria de Portos. Candidatos: PMDB, PT, PSD, Pros e PP.
Numa terceira lista, com orçamentos menores e abacaxis para descascar: Previdência, Esportes, Ciência e Tecnologia e Cultura. Candidatos: PMDB, PCdoB e PT.
Na quarta lista, os sem-verba: Justiça, Aviação Civil, Pesca, Assuntos Estratégicos, Pequena e Média Empresa. Candidatos: PMDB, PT.

 

Fonte: CARTA POLIS

Página inicial

dez 02

O exercício de 2 minutos que pode transformar completamente o seu dia

meditacao
Você quer combater o estresse e aumentar a sua energia? Aqui está como fazer isso em 2 minutos

Os benefícios da respiração e meditação são inegáveis: apenas alguns minutos de relaxamento pode tornar a sua mente mais nítida, os seus sentidos mais alerta e todo o seu corpo mais pacífico.

Mas e na prática, como funciona? Ter tempo para se afastar e meditar pode parecer assustador, para não mencionar toda a dificuldade em começar.

Então, o que um estressado profissional pode fazer na sua rotina de trabalho agitada para ficar mais tranquilo? Aqui estão 2 exercícios rápidos que qualquer pessoa consegue fazer para espantar o estresse.

Para aumentar a energia

Você está tentando se sentir mais forte?

Crie um temporizador com a contagem de 2 minutos, feche os olhos, e então inspire o ar 4 vezes e expire 3 vezes.

A inalação do ar estimula o sistema nervoso simpático, ajudando você a se sentir animado e ativo.

Este é um grande exercício de respiração para tentar na parte da manhã, ou antes de ir para uma reunião cansativa no final de um longo dia.

Para se sentir mais calmo

Para se sentir mais calmo, tente o padrão respiratório oposto: inspire 3 vezes e expire 4 vezes. Isso desencadeia o seu sistema nervoso parassimpático que ajuda você a relaxar.

Com apenas 2 minutos você pode transformar o seu dia inteiro, principalmente sua produtividade e a maneira com que você reage aos acontecimentos.

Fonte: JORNAL DO EMPREENDEDOR

Página inicial

dez 01

Creches alegam falta de repasse do GDF e não abrem nesta segunda

Pelo menos 15 instituições fecharam as portas, diz representante de ONGs.
Às 9h, Secretaria de Educação informou que estava apurando a situação.

“As creches têm arcado com os custos com recursos próprios. São três, quatro meses sem receber, de maneira que o primeiro mês se paga com sacríficio, assim como o segundo, mas depois chega a um ponto em que não tem mais dinheiro”, afirma. “E agora tem o 13º salário, cuja primeira parcela já venceu. É um salário a mais, e a despesa continua.”
Silvano afirma que não é a primeira vez que os atrasos ocorrem, mas a situação se agravou porque o GDF conveniou 28 creches a mais nos últimos anos. “Como essas entidades são desconhecidas pela comunidade, a situação está mais grave do que ficava antes, porque não recebem doações”, afirma.
O presidente da organização disse que as instituições só vão reabrir depois que o pagamento integral for feito. Ele afirmou que ainda não foi procurado pelo GDF para uma negociação.
Prejuízo
A mãe Ivana Sousa afirma que teve que cancelar duas faxinas marcadas para esta segunda por conta da paralisação, e por isso, perdeu R$ 280. A filha de 3 anos frequenta a Ipê Amarelo, em Ceilândia. “Eles me avisaram na sexta-feira que iam fazer a paralisação para ver se resolve a situação. Eles dizem que funcionários já estão há quase cinco meses sem receber, já acabaram os alimentos e que não têm como manter as crianças lá”, afirma.
“Amanhã, se não abrir, não sei como é que vou fazer. Estamos perdidos, porque confiamos no serviço. A gente até entende o lado deles, é muito complicado para o pessoal trabalhar de graça.”
A filha da diarista Másia Maria de Carvalho, matriculada na Juriti, em Samambaia, também teve que ficar em casa nesta segunda. “Soube na hora que fui deixar ela que a creche estava interditada porque o governo não pagou os trabalhadores”, diz a mãe da criança de 2 anos. “Se não voltar essa semana, vou ter que achar uma pessoa para ficar com ela para poder ir trabalhar. A babá cobra R$ 50, e minha diária é R$ 80. Mas tem que pagar uma pessoa para olhar.”
Também matriculada na Juriti, a filha de 4 anos de Coracir Gomes também foi obrigada a ficar em casa. “Eles mandaram um bilhete avisando na sexta-feira, mas não falaram o dia que retornam”, diz. “Estou de férias, mas, se não estivesse, teria que deixar de ir trabalhar.”

Fonte: G1 GLOBO

Página inicial

nov 25

Brasil vai produzir medicamento inovador contra tuberculose

Risco  de  contrair  tuberculose  é  44  vezes  maior para moradores de rua  Tânia Règo - Agência BrasilO Instituto de Tecnologia em Fármacos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), obteve hoje (24) o registro de novo medicamento contra a tuberculose, o 4 em 1, que reúne quatro princípios ativos em um só comprimido. O deferimento foi dado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com a Fiocruz, somente no ano passado, o Brasil registrou 71.123 novos casos da doença.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), essa formulação em dose fixa combinada é a mais eficaz no combate à tuberculose. O medicamento permite melhor adesão e redução das taxas de abandono do tratamento, que é demorado. Os princípios são: rifampicina, isoniazida, pirazinamida e etambutol.

A fabricação do 4 em 1 por Farmanguinhos é fruto de parceria feita em 2010 com o laboratório indiano Lupin. De acordo com a gerente do projeto na Coordenação de Desenvolvimento Tecnológico da Farmanguinhos, Gisele Moreira, ao longo de três anos, o instituto receberá gradualmente a tecnologia para a produção no Complexo Tecnológico de Medicamentos (CTM), no Rio de Janeiro.

“De acordo com o cronograma, a produção em Farmanguinhos deve começar em 2017”, informou Gisele. Nesse período inicial, o laboratório indiano se compromete a abastecer o Sistema Único de Saúde (SUS) com o medicamento.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), anualmente, o Brasil gasta cerca de R$ 11 milhões em ações contra a tuberculose. Com o 4 em 1, a Farmanguinhos ampliará para quatro a linha de medicamentos para tratamento da doença, já que produz também a etionamida, a isoniazida e a isoniazida + rifampicina.

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, que afeta principalmente os pulmões. São notificados anualmente cerca de 6 milhões de novos casos em todo o mundo. Embora curável em praticamente 100% das novas ocorrências, a doença mata mais de 1 milhão de pessoas por ano, informa a Organização Mundial da Saúde. A tuberculose matou mais de 4,4 mil brasileiros em 2012.

Entre os mais vulneráveis à doença estão os moradores de rua, cujo risco de infecção é 44 vezes maior do que o da população geral. Em seguida, vêm as pessoas com HIV/aids, cujo risco é 35 vezes maior, a população carcerária, com 28 vezes mais risco, e os indígenas, com risco três vezes maior.

Por: Flavia Villela – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco
Fonte: Agência Brasil

Página inicial

nov 24

Pressão política americana dificulta legalização das drogas, diz jornalista

925478-americanos__abr1334A pressão política exercida pelos Estados Unidos dificulta iniciativas de legalização das drogas em outros países do mundo, disse hoje (24) o advogado e jornalista norte-americano Glenn Greenwald. Ele falou à Agência Brasil depois de participar de um seminário sobre a legalização das drogas no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Greenwald, que vive no Rio de Janeiro, ficou mundialmente conhecido por divulgar a informação, vazada pelo ex-agente de inteligência americano Edward Snowden, de que os Estados Unidos espionavam a comunicação de empresas e chefes de Estado de vários países.

O jornalista americano também é autor de um estudo sobre o impacto positivo da descriminalização do uso de drogas em Portugal. “A guerra contra as drogas é muito importante para os Estados Unidos. Eles colocam muita pressão sobre os países que consideram alternativas ao sistema de criminalização [do uso das drogas]. Foi por isso que, quando Portugal considerou alternativas à criminalização, os Estados Unidos disseram que eles não podiam considerar a opção da legalização, porque havia tratados internacionais”, disse Greenwald.

A maioria dos países-membros das Nações Unidas é signatária dos tratados internacionais de combate às drogas, que estabelecem que esses Estados criminalizem a produção e o comércio de substâncias como a maconha e a cocaína. “Agora há países que estão percebendo que o sistema de criminalização não funcionou bem e que a descriminalização [como feita em Portugal] não é suficiente”, ressaltou Greenwald.

Um desses países é o Uruguai, que há um ano decidiu legalizar a produção, o comércio e o consumo da maconha, como forma de reduzir a violência, diminuir o número de presos e enfraquecer financeiramente os traficantes de drogas, disse a médica uruguaia Raquel Peyraube.

Raquel que também participou do seminário no Tribunal de Justiça, é assessora do Instituto de Regulação e Controle da Cannabis (Ircca), órgão do governo uruguaio responsável pela implantação da política de regulação do mercado de maconha no país. Segundo a médica, o Uruguai recebeu pressão de outros países para que não levasse a política adiante, mas manteve a decisão.

Ativistas fazem ato público na Esplanada dos Ministérios em defesa da regulamentação da maconha no Brasil para uso medicinal, recreativo, religioso e industrial (Valter Campanato/Agência Brasil)
Uruguai legalizou, há um ano, produção, comércio e uso da maconha Valter Campanato/Agência Brasil

915924-marcha da maconha_vac6046“A imprensa mundial está lá no Uruguai e diz: ‘Pensamos que chegaríamos aqui e estaria todo mundo drogado’. Essa é a fantasia da proibição, mas não aconteceu nada disso. Nada mudou. As pessoas continuam na mesma atitude”, afirmou Raquel.

Segundo ela, cerca de 2 mil pessoas se registraram como produtoras para consumo próprio e há cerca de 30 clubes de cannabis sativa (maconha) cadastrados no país.

A médica informou que a venda nas farmácias só deve começar em março do ano que vem, já que atualmente está sendo feita uma licitação para escolher os produtores comerciais que poderão trabalhar no país. Mais de 20 empresas uruguaias e estrangeiras se apresentaram para concorrer na licitação.

O seminário Drogas: Legalização+Controle foi promovido pela organização não governamental Leap Brasil, que reúne policiais e juízes que defendem a legalização das drogas no país.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Página inicial

nov 22

Ordem judicial determina fechamento de avenida em Brazlândia DF

Na manhã deste sábado (22/11) uma das vias de maior circulação de veículos e pedestres entre o Setor Tradicional e o Setor Veredas em Brazlândia-DF  foi fechado por ordem judicial.

_MG_6350

Foto: Alef Marques

_MG_6339 De acordo com os moradores do local a decisão arbitrada é em favor da manutenção de posse referente ao PROCESSO Nº 2005.01.1.008341-5, que autoriza o fechamento e que  permaneça cercada por tempo indeterminado, ou até que a situação seja resolvida.

Segundo os proprietários das chácaras o motivo foi a falta de pagamento de uma indenização devida e ainda não quitada pela Terracap. “Sabemos que atrapalha a vida de muita gente mas não temos alternativa diante do descaso dos responsáveis em resolver o problema” declarou uma moradora do local.

Da redação / Iderlon Calasancio

_MG_6344

 

 

Confira a Sentença:

Nº 2005.01.1.008341-5 – Cumprimento de Sentenca – A: NILZA LEITE GONCALVES. Adv (s).: DF003054 – Manoel Beltrao da Silva. R: TERRACAP COMPANHIA IMOBILIARIA DE BRASILIA. Adv (s).: DF011880 – Miguel Roberto Moreira da Silva. A: VILMAR GOMES LEITE. Adv (s).: (.). A: EDILZA GOMES DE CARVALHO. Adv (s).: (.). A: MARILZA GOMES FERNANDES. Adv (s).: (.). Alega a parte autora que a ré permanece praticando atos de turbação sobre a sua posse, não obstante o título judicial constituído nestes autos. Todavia, para que se configure o descumprimento da sentença – a ensejar a aplicação da multa fixada – é necessária a intimação pessoal da parte, na forma consolidada pelo c. STJ na Súmula 410 do STJ (“a prévia intimação pessoal do devedor constitui condição necessária para a cobrança de multa pelo descumprimento de obrigação de fazer ou não fazer”). Por tal motivo, expeça-se mandado de intimação pessoal da Terracap, consignando no documento o dispositivo da sentença de fls. 540/552. Int. Brasília – DF, sexta-feira, 12/09/2014 às 13h46. Carlos D. V. Rodrigues,Juiz de Direito .

 

Página inicial

Posts mais antigos «