«

»

nov 04

DILMA AGUARDA ESTOURO DA DELAÇÃO PREMIADA PARA ESCOLHER MINISTÉRIO

PAULOROBERTO4-JC-300x205A presidente Dilma Rousseff aguarda o estouro da delação premiada do e-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa para definir o novo ministério.
Quer evitar envolvimento com os políticos direta ou indiretamente mencionados na na lista, inclusive os líderes da oposição, sabendo, neste caso, que a delação do ex-diretor da MITSUI no Brasil é mais bombástica ainda e começa com o pessoal do PSDB.
O ex-diretor da firma japonesa distribuiu e contabilizou mais de R$ 4 bilhões a políticos de todos os partidos.
Com o Congresso Nacional desmoralizado, inclusive com alguns governadores eleitos e parlamentares reeleitos envolvidos, Dilma quer dar tempo ao tempo, como recurso tático.
Espera que as hostilidades iniciais pouco a pouco se dissolvam. Nesse ínterim, ela deseja impor seu próprio ritmo às negociações com os partidos políticos da base governista e até fora dela.
As propostas presidenciais – como a consulta popular e a reforma política – servirão com seus bordões permanentes para acuar os setores do Congresso que se mostram refratários ao diálogo proposto.
Outra tendência é que não será aproveitado ninguém que tenha perdido a eleição em cargos de destaque.

Fonte: CARTA POLIS

Página inicial