Eleitor desconhece os candidatos da oposição

Eleitor desconhece os candidatos da oposição

(Foto: Divulgação)

No dia 5 de outubro, os brasilienses deverão ir às urnas eleger seus representantes para os cargos de Presidente da República, Governador de Estado, senador, deputado federal e deputado distrital.

Indefinição: A política local está um pouco embaralhada por causa da indefinição do adversário do governador Agnelo Queiroz. Os ex-governadores Joaquim Roriz (PRTB) e José Roberto Arruda (PR) aparecem como postulantes ao cargo, mas podem ter suas candidaturas barradas pela Justiça Eleitoral.

Roriz já afirmou que será candidato em outubro, mas vive duas incertezas: a primeira, é a Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura por quebra de decoro parlamentar de políticos que foram cassados ou renunciaram para escapar da cassação, caso de Roriz em 2007, que renunciou ao mandato de senador para escapar no senado. A segunda, é a saúde do ex-governador que não anda boa, tendo que se submeter a mais de uma sessão de hemodiálise por semana. Já Arruda, que teve o mandato de governador tomado em 2010 por conta do mensalão do DEM, aguarda decisão judicial para saber se será candidato.

Eleitores e candidatos: Os eleitores deverão ficar atentos ao prazo de recadastramento biométrico, que termina no final de março.  O recadastramento pode ser feito por meio de agendamento no site do Tribunal Regional Eleitoral.

Os cidadãos filiados a partidos políticos têm até às 19h do dia 5 de julho para requerer seu registro de candidatura junto ao TRE. Um dos pré-requisitos para a candidatura é ter o título de eleitor regularizado, bem como estar quites com a Justiça Eleitoral.

Calendário eleitoral:

1º de janeiro A partir desta data, os institutos de pesquisa ficam obrigados a registrar suas pesquisas.
5 de março Data limite para o TSE expedir as instruções para as eleições 2014.
7 de maio Data limite para os eleitores requererem inscrição eleitoral, transferência de domicílio, alteração de título eleitoral ou transferência para Seção Eleitoral Especial (eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida).
10 a 30 de junho Devem ser realizadas as convenções para a escolha dos candidatos.
5 de julho Data limite para os registros dos candidatos, pelos partidos ou coligações.
6 de julho Passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral.
5 de outubro Primeiro turno.
26 de outubro Segundo turno.

Da Redação 

Com informações: Por Fred Lima/Guardian Notícias

Página inicial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *