«

»

fev 05

GDF REFORMA UNIDADES DO COSE EM BRAZLÂNDIA

_DSC4888

Fotos: Antônio Marques

Federal (GDF) por meio da Sedest está reformando, em Brazlândia, as duas unidades do Centro de Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Brazlândia (Cose). Inaugurado em dezembro de 1972, é a primeira vez que a unidade passa por reformas. O centro está recebendo reforma estrutural, pintura do prédio, troca da rede hidráulica e elétrica, troca de todo o piso, banheiros adaptados para pessoas com necessidades especiais, entradas com acessibilidade, além de mobiliários novos.

_DSC4867O administrador de Brazlândia, Bolivar Rocha, disse que o governo sempre priorizou ações que garantam a qualidade de vida social para a população. “O governador Agnelo Queiroz sempre se preocupou com a questão social em todo o Distrito Federal. O nosso objetivo é oferecer boas condições tanto para o servidor que trabalha no dia a dia quanto para os usuários desse serviço que precisam do apoio do governo. A comunidade de Brazlândia merece as melhorias feitas pelo GDF”, disse.

_DSC4868O centro atende cerca de 700 pessoas por mês, entre crianças, jovens e idosos. As atividades oferecidas são: esporte, lazer, convivência familiar, informática, educação física, oficinas de arte, além da distribuição de kits escolar para as crianças assistidas pela unidade. Todo esse trabalho tem o objetivo de fortalecer os vínculos das crianças e dos adolescentes com a família e a comunidade.

_DSC4854Localizado no Centro da cidade e também na Vila São José, os Centros oferecem serviços e programas como, inclusão social, DF Sem Miséria, além das ações previstas no Plano de Enfrentamento à Extrema Pobreza que é o efetivo exercício da cidadania para reduzir as desigualdades sociais. É responsável também por atender famílias e indivíduos em situações de violação de direitos, como abuso, negligência, discriminação e violência.

_DSC4857Para Daniel Seidel, Secretário de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), a unidade é fundamental para o atendimento qualificado as famílias. Reforçou ainda a importância para as crianças para que tenham acesso a ferramentas tecnológicas. “A Sedest proporciona a inclusão digital às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, o que também é uma forma de inclusão social”, frisou.É o GDF e a
Administração chegando junto e fortalecendo os vínculos familiares em Brazlândia.

Por Samuel Barbosa

Página inicial