Passeando pela net:

PMDB vira alvo de Campos após filiar Jr. da Friboi
Após perder para o PMDB o empresário Júnior da Friboi (GO), que seria um dos principais financiadores de sua candidatura a presidente, governador Eduardo Campos (PE) partiu para o ataque e tenta costurar palanque com peemedebistas nos principais Estados. No Rio, convidou secretário José Mariano Beltrame (Segurança) e, em Minas, Leonardo Quintão (MG), para se filiar ao PSB e disputar o governo em 2014.

Tô fora
Preterido pelo PMDB para comandar ministério, Leonardo Quintão disse a amigos que não há chance de ficar na base de apoio do PT.

Poço de mágoas
Quintão atribui ao ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento), do PT, veto que o impediu de ocupar cargo no primeiro escalão de Dilma.

Traidores
Leonardo Quintão reclama também que abriu mão de concorrer em BH a pedido de Dilma e do PMDB, que lhe teriam virado as costas

Caça-descontentes
Com nível de insatisfação crescente nos partidos, PMDB e PT temem perder quadros importantes para o projeto de Eduardo Campos.

Dilma já tem ‘Guarda Nacional’, como Chávez
Despercebido, um decreto publicado em março no Diário Oficial da União alterou a criação da Força Nacional de Segurança, a pretexto de apoiar a fiscalização e “combater crimes ambientais”. Mas a missão da “Companhia de Operações Ambientais” abre um perigoso precedente, segundo alerta o advogado João Rafael Diniz, da ONG Repórter Brasil. A inspiração autoritária do decreto atenta contra o princípio federativo.

Tropa bolivariana
À semelhança das milícias bolivarianas de Hugo Chávez na Venezuela, a tropa dispensa autorização judicial ou pedido do governador local.

Dubiedade
Pelo artigo 4º do decreto 7.957/2013, governador ou ministro pode pedir intervenção, ferindo de morte o pacto federativo.

Sai da frente
Pela Constituição, cabe aos governos, através das PMs, a preservação da ordem pública. À Força Nacional só “casos excepcionalíssimos”.

Às cegas
A política ressentida do Brasil com “ianques” e o pífio desempenho da economia apontam dois sucessores no ranking dos “queridinhos” da America Latina: México e Peru, após acordos comerciais com EUA e União Europeia.

De volta para futuro
Para o senador José Agripino (DEM-RN), a fala da presidenta Dilma no Dia do Trabalho foi criada com base no passado, já que hoje “o Brasil assiste à volta da inflação, está incompetitivo e inseguro com o futuro”.

Festa dos ex
No palanque da Expozebu ontem em Uberaba (MG) foram anunciados, entre as autoridades, o ex-ministro Anderson Adauto, o príncipe Dom João Henrique de Orleans e o ex-jogador Edson Nascimento, o Pelé.

Passar bem
O ministro Padilha (Saúde) inaugura hoje um hospital em Hebron (Palestina) com US$1 milhão doados pelo Brasil. Em Israel, se reúne com farmacêuticas para fabricação de remédios biológicos e genéricos.

Aviso aos viajantes
O líder do PT na Câmara, José Guimarães (PT-CE) correu o aviso no Twitter: “Minha ida a Terra de Fidel (sic) foi a convite do PT e tudo pago pela Direção Nacional. Nada de gasto pela Câmara dos Deputados.”

Mulher maravilha
A Justiça Federal considerou legal o acúmulo de cargos de servidora da Fazenda com uma assessoria parlamentar em Brasília, ganhando R$36,1 mil, após os autos “provarem” que desempenhou bem os dois.

Grilagem
O Governo do DF garante ter evitado, em dois anos, o surgimento de loteamentos que ocupariam área equivalente a 22 campos de futebol. O negócio teria gerado R$ 90 milhões aos grileiros, que foram presos.

Pensando bem…
…os mensaleiros condenados inventaram a “Justiça Delivery”: não gostou do juiz, troca.

Fonte: Blog do Claudio Humberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *